SIGN UP FOR NEWS

A ajuda externa cria mais problemas do que resolve?



A ajuda externa cria mais problemas do que resolve?

Como região, a África representa cerca de 20% da ajuda dos EUA. É um facto que o desenvolvimento dos projectos continente afora dependem dessa ajuda.

Mas alguns argumentam que há poucas provas de que a ajuda produz crescimento económico. Ao contrário, dizem que encoraja uma cultura de dependência e corrupção.

Esta semana no #LimitlessAfrica perguntamos a um trabalhador da linha de ajudas, um activista e um economista: a ajuda cria mais problemas do que resolve?

Mutemi Wa Kiama, um activista de Nairobi, Quénia. Ele é conhecido por fazer campanha contra a ajuda sob a forma de empréstimos internacionais. Ele pensa que a ajuda sob a forma de empréstimos cria uma espiral de dívidas que só beneficia os que estão no poder.

Pedro Matos trabalhou para o Programa Mundial de Alimentação em África e na Ásia há mais de uma década, e tem um ponto de vista um bocado diferente. Matos fez parte da equipa que ganhou o Prémio Nobel da Paz em 2020. Ele trabalha agora no Sudão, fornecendo alimentos e assistência a mais de seis milhões de pessoas.

Albert Honlonkou é diretor da Universidade Nacional de Economia Aplicada e Gestão no Benim. Neste episódio Honlonkou é entrevistado pela jornalista Rachida Houssou.

Gostou do episódio? Por favor responda ao questionário aqui.

Albert Honlonkou, Mutemi Wa Kiama, Pedro Matos